Colégio Militar de Curitiba realiza Visita de Instrução às Escolas Militares

 

Curitiba (PR) – Durante o período de 7 a 10 de março, o Colégio Militar de Curitiba (CMC) realizou Visita de Instrução às Escolas Militares de formação de Oficiais da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e da Força Aérea do Brasil, com o objetivo de estimular a vocação dos alunos para a carreira das armas.

 

 

Participaram da atividade 34 alunos do Ensino Médio, sendo 23 alunos e 11 alunas, os quais tiveram a oportunidade de verificar a rotina diária dos discentes da Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx), em Campinas (SP); Academia da Força Aérea (AFA), em Pirassununga (SP); Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende (RJ); Escola Naval (EN) e Instituto Militar de Engenharia (IME), ambos no Rio de Janeiro (RJ).

 

Na AFA, além da visita às instalações, os jovens participaram da formatura da parada diária, momento em que há passagem de serviço de Cadete de Dia, na presença de todo o Corpo de Cadetes. Além disso, assistiram à palestra no Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), mais conhecido como “Esquadrilha da Fumaça”, oportunidade em que retiraram dúvidas sobre a formação do piloto da FAB e sobre o EDA.

 

Durante a visitação à AMAN, cadetes do 4° Ano do Curso de Infantaria, ex-alunos do CMC, acompanharam os alunos mostrando as mais importantes instalações, compartilhando as experiências acadêmicas e a vida ímpar do Cadete de Caxias.

 

O entusiasmo e a vibração dos estudantes foram a tônica da viagem, principalmente das alunas, que puderam presenciar dois momentos de grande importância para as Forças Armadas: a primeira turma a receber alunas na EsPCEx e a primeira turma da EN a contar com aspirantes do sexo feminino no último ano de formação, prestes a serem declaradas guardas-marinha.

 

Finalizando a viagem, os alunos do CMC visitaram o IME, onde foram recebidos por alunos dos diversos cursos de graduação, alguns deles antigos integrantes do Colégio, que expuseram a rotina de estudos preparatórios para o concurso de admissão, as atividades diárias no Instituto e as expectativas para o futuro como engenheiros militares do Exército Brasileiro.

 

Fonte:CMC
Publicado:15/03/17 16:02